«

As vinhas estendem-se por um vale ao longo de 16 hectares.

Os solos são pobres e xistosos, neles predominam as castas tintas mais nobres como a Tinta Amarela, Tinta Barroca, Tinta Roriz, Tinto Cão, Touriga Nacional, Touriga Franca e Sousão. Nos brancos encontramos Cerceal, Fernão Pires, Malvasia Fina, Gouveio e Rabigato.

Para preservar as vinhas mais antigas mantêm-se algumas parcelas com encepamentos de compasso apertado, onde todo o trabalho é manual. Pelo contrário, nas novas plantações em patamares e vinhas ao alto foram utilizados compassos largos que permitem a sua mecanização.

 

Nos novos vinhedos, para além de uma criteriosa escolha do material colonal, tem sido dada especial atenção à condução da videira e ao seu embardamento.

Imagem de fundo
Imagem de fundo